quarta, 14 de agosto de 2019 - 17:23h
Prefeitura de Calçoene e TJAP promovem curso para mediação de conflitos em ambientes escolares
TJAP
Por: Assessoria de Comunicação Municipal

O plenário da Câmara Municipal de Calçoene recebeu nesta quarta-feira, 14 cerca de quarenta gestores, pedagogos e educadores para a primeira etapa do curso de Mediação Escolar. Promovido pelo Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) em parceria com a Prefeitura de Calçoene, o treinamento está baseado em estratégias pedagógicas que visam atenuar os conflitos em ambientes educacionais. Três servidoras do Núcleo de Formação do TJAP atuam como facilitadoras desta capacitação.


O curso de Mediação Escolar é composto por oficinas e exercícios para a apresentação de exemplos práticos. Após esta etapa, as facilitadoras farão observações pontuais sobre as medidas adotadas pelos participantes, e a maneira como eles deliberaram sobre a pacificação e atuação direta no ambiente escolar. Com base nessas intervenções, é composto um relatório técnico que será repassado para a Confederação Nacional de Justiça (CNJ) com o intuito de apresentar as práticas levantadas durante a formação.


Para a juíza da Comarca de Calçoene, Marina Lorena Lustosa Vidal, os educadores do município conseguirão abreviar vários estágios de um processo judicial se souberem como aplicar métodos de mediação de conflitos em suas escolas. “A pacificação entre as partes e a construção de novas relações sociais conduzem a um caminho assertivo para a resolução de conflitos”, disse a magistrada.


Apesar de o município de Calçoene registrar baixos índices de desentendimentos gerados em ambientes escolares, a secretária de Educação do município, Neusa Valadares destaca que esses conflitos perpassam também a relação do setor pedagógico das escolas com os responsáveis dos alunos. “Para solucionarmos essas dificuldades de relacionamento, temos que atentar para as razões que levaram a uma primeira discussão entre pais e professores, por exemplo”, destacou a secretária.

Ao fazer esta reflexão, a gestora do município destaca ainda que esta ação promove a criticidade e a formatação de novos juízos de valores, formando ainda uma nova visão sobre moral do que é certo ou errado. Esta também é a opinião do prefeito de Calçoene, Júlio Sete Ilhas, que reiterou a necessidade de avaliar algumas práticas consolidadas como simplesmente “boas” ou “ruins”.


“O princípio da mudança tem que fazer parte da nossa capacidade de trabalho”, asseverou o prefeito, referindo-se a preocupação em preparar o município para práticas mais conscientes e socialmente orientadas no futuro.
O curso tem carga horária de 40h e segue até sexta-feira.

IMAGENS RELACIONADAS
  • 001
  • 002
  • 003
  • 004
  • 005
  • 006
  • 007
  • 008
  • 009
  • 010
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

Prefeitura de Calçoene
Teodoro Antônio Leal nº.264 - Centro CEP. 68.960.000 - -
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2022 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá